Mercadoria ilegal e arma são apreendidos pela PRF na BR-153
DIVULGAÇÃO / PRF
Mercadoria ilegal e arma são apreendidos pela PRF na BR-153

Dois homens foram presos em abordagens distintas no domingo, 16 de maio, durante fiscalização da PRF para coibir ultrapassagens proibidas na BR 153.

Às 10h30, no km 14, em Icém (SP), a PRF apreendeu 63 aparelhos celulares importados irregularmente do Paraguai. Já às 13h40, no km 73, em São José do Rio Preto, a PRF prendeu um homem por portar ilegalmente um revólver calibre 32. Ambos foram abordados após realizarem ultrapassagens proibidas.

Leia também: Homem se preocupa com desaparecimento de vizinho e o encontra morto

Durante ronda na BR 153, os policiais rodoviários federais visualizaram um Vectra realizando ultrapassagem proibida no km 14, próximo à ponte do Rio Turvo. O condutor era um homem de 30 anos. Ao ser abordado, ele demostrou inquietação com a presença policial. Ele estava acompanhado da esposa, também de 30 anos, e de um filho de três anos. O nervosismo do condutor levou os policiais a realizarem uma busca minuciosa no veículo, ocasião em que localizaram 63 aparelhos celulares escondidos atrás dos forros das portas e do porta malas, além de outros eletrônicos.

Os celulares foram apreendidos e lacrados para remessa à Receita Federal. O homem foi ouvido e liberado.

À tarde, por volta das 13h40, outra equipe PRF flagrou uma caminhonete Toyota Hilux realizando ultrapassagem proibida no km 79 da BR 153, em Bady Bassitt (SP). O condutor, de 49 anos, foi abordado no km 73. Em revista no interior da caminhonete, os policiais localizaram um revólver calibre 32. O condutor não possuía porte de arma, motivo pelo qual foi encaminhado para a Central de Flagrantes de São José do Rio Preto, onde foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma. Após pagar a fiança de R$ 1.170, ele foi liberado. 

Durante o domingo, oito motoristas foram autuados por realizarem ultrapassagens proibidas no trecho da BR 153 que corta a região de São José do Rio Preto. Este tipo de infração é responsável por grande número de mortes nas rodovias federais, motivo que leva a PRF a intensificar a fiscalização em todo o território nacional, sendo a grande estratégia para redução de acidentes neste Maio Amarelo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários